Spring Boot + Jersey em 1 minuto

Basicamente o pom.xml tem apenas a dependência do spring-boot-stater-jersey, que trará todas as bibliotecas necessárias para usarmos o Jersey já configurável através do Spring Boot.

Quanto a configuração básica e essencial, só precisaremos dessa classe abaixo:

A classe ResourceConfig que é herdada, é tradicional nas configurações do Jersey, que podem ser feitas por meio de extensão dessa classe ou de arquivo web.xml. A annotation @Configuration é comum no Spring Boot e transforma essa classe em um bean lida automaticamente pelo Spring Boot.

Um detalhe importante é a annotation @ApplicationPath, que receberá um endereço base para todos os resources. Sendo assim, todo resource que formos acessar será através da URL base http://localhost:<port>/v1/<resource_name>.

Em vez de usarmos o register(HelloWorldResource.class); podemos instanciar o resource e passar como parâmetro ou mesmo informar o package onde se encontram todos os nossos resources para que todos sejam instanciados em vez de informarmos um a um.

@PostConstruct
setUp() {
    register(MyResource.class);
    register(new MyResource());
    packages("br.com.tassioauad.myapp.resource");
}

Por fim, criaremos nosso resource:

com as annotations do JAX-RS vindos do pacote javax.ws.rs.*, mas lembrando sempre de informar o @Component do Spring Boot para que seja tratado como um bean do Spring.

Basta executar e acessar o endereço http://localhost:<port>/v1/hello.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s