Técnicas de Descoberta de Requisitos

Entrevistas

As entrevistas podem ser fechadas, onde há um conjunto de perguntas pré-definidas a serem feitas, ou podem ser abertas, onde não há agenda pré-definida. Apesar das pessoas não saberem se expressar, elas gostam de falar de seus trabalhos e geralmente ficam felizes em serem entrevistadas.

Durante a entrevista, o entrevistador deve estar aberto a novas ideias, sem requisitos já preconcebidos, devem estimular o entrevistados com questões-trampolim e devem evitar terminologias ou jargões do meio tecnológico.

As entrevistas por si só não são uma técnica eficaz para elicitação por deixarem algumas informações essenciais escaparem e por dependerem unicamente

Cenários

As pessoas geralmente acham mais fácil se relacionar com exemplos da vida real do que com descrições abstratas. Sendo assim, descrições de interações em um ambiente real são criadas (user stories do XP) para possibilitar um melhor entendimento dos requisitos.

Um cenário pode conter a descrição  do que o sistema e os usuário esperam quanto tudo se inicia, descrição de um fluxo normal de eventos, descrição do que pode dar errado para identificar como isso vai ser tratado, informação de outras atividades que estão acontecendo simultaneamente e a descrição do estado do sistema após tudo se encerrar.

Essa é uma técnica eficaz para elicitar requisitos dos stakeholders que irão interagir diretamente com o sistema devido ao seu foco nas interações com o sistema. Ele não é tão eficaz para elicitar restrições ou requisitos de nefócio e não funcionais em alto nível ou para descobrir requisitos de domínio.

Casos de Uso

Em um caso de uso os atores envolvidos são identificados e suas ações indicadas. Cada caso de uso pode se tornar um cenário ou um conjunto de casos de uso pode ser um único cenário.

Essa é uma técnica eficaz para elicitar requisitos dos stakeholders que irão interagir diretamente com o sistema devido ao seu foco nas interações com o sistema. Ele não é tão eficaz para elicitar restrições ou requisitos de nefócio e não funcionais em alto nível ou para descobrir requisitos de domínio.

Etnografia

Uma razão pela qual muitos sistemas de software são entregues, mas nunca são usados, é que seus requisitos não levam devidamente em conta a forma como o contexto social e organizacional afeta o funcionamento prático do sistema. A etnografia é uma técnica de observação onde um analista faz uma imersão no ambiente de trabalho em que o sistema será usado e procura descobrir requisitos implícitos do projeto. Ou seja, é uma técnica que visa complementar as demais.

Formas reais com que as pessoas trabalham são analisadas e não somente processos formais definidos pela organização. As formas práticas de trabalho são muito mais ricas, complexas e dinâmicas do que os modelos simples assumidos pela organização e pode acabar sendo assim também para com a automação definida pelo sistema em si.

 

cinq-terre-3040141_640

from pixabay.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s